COMUNICADO

 

Em decorrência da vinculação aos princípios da transparência e da publicidade, visando assegurar a prestação de esclarecimentos públicos e o dever de informação, a Procuradoria-Geral da República torna público o seguinte:

  1. No âmbito da instrução dos autos registados na Procuradoria da República da Comarca de Santa Catarina, que contou com a coadjuvação da Polícia Nacional e da Polícia Judiciaria, bem como a colaboração da Polícia Militar, o Ministério Público ordenou a detenção fora de flagrante delito de 15 arguidos, com idades compreendidas entre os 17 e os 30 anos.
  2. Em causa estão, por ora, factos, praticados na localidade de Achada Lém e suscetíveis de integrarem os crimes de organização criminosa, homicídio agravado na sua forma tentada, roubo agravado com violência sobre pessoa, roubo com violência sobre coisas, dano qualificado, ofensa a integridade física agravada e crimes de arma, todos previstos e punidos pela legislação cabo-verdiana.
  3. Submetidos ao primeiro interrogatório judicial de detido e em conformidade com o requerimento do Ministério Público, foi aplicada a todos os arguidos a medida de coação de prisão preventiva.
  4. Os autos continuam em investigação e, por isso, em segredo de justiça.

 

Praia, 10 de agosto de 2020

A Procuradoria-Geral da República

 

Download a versão PDF

 

 

  • banner biblioteca a
  • banner denuncia
  • contacte nos email
  • Alerta Cidadao

Ministério Público

Direitos de autor © 2020 Ministério Público de Cabo Verde. Todos os direitos reservados.
Software de código aberto Joomla! Sob licença GNU GPL.