IMG 6391Terminou a formação de capacitação dos magistrados e operadores sociais sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)”, que decorreu durante dois dias na cidade da Praia, contando com a participação de 48 técnicos. A Formação tinha como objetivo reforçar as competências e habilidades técnicas dos mesmos para o melhor desempenho das suas funções.

Em conversa com o Gabinete de Comunicação e Imagem da Procuradoria-Geral da República,  Dra. Ana Leal, formadora que veio de Portugal, disse que foram dois dias de trabalho intenso e que o balanço que se pode fazer é muito positivo contando com a “participação fantástica” dos participantes e sobretudo, “muita vontade que os direitos das crianças e dos adolescentes em Cabo Verde sejam melhor protegidos”.

“Os casos práticos que trouxemos foram muito bem resolvidos/descutidos e portanto, levo imensas ideias daqui de Cabo Verde e espero também ter trazido algumas de Portugal”, afirmou a Magistrada do Ministério Público de Portugal para quem, doravante, os magistrados e os técnicos estão mais habilitados para tratarem, as questões com outros olhos.

Outrossim, disse estar muito satisfeita e que leva de Cabo Verde uma boa imagem do trabalho que aqui é feito, acrescentando, no entanto, a vontade de poder voltar.

 

Galeria de Fotos

  • banner biblioteca a
  • banner denuncia
  • contacte nos email
  • Alerta Cidadao

Ministério Público

Direitos de autor © 2019 Ministério Público de Cabo Verde. Todos os direitos reservados.
Software de código aberto Joomla! Sob licença GNU GPL.