Em decorrência da vinculação aos princípios da transparência e da publicidade, visando assegurar a prestação de esclarecimento público e o dever de informação, torna-se público o seguinte: 

  1. Correm termos na Procuradoria da República da Comarca da Praia os autos de instrução nos quais investigam-se indícios de ilícitos criminais relacionados com a aquisição e venda de terrenos na cidade da Praia e suscetíveis de integrarem os crimes de burla qualificada, falsificação de documentos, organização criminosa e lavagem de capitais.
  2. No âmbito da investigação – que contou com a coadjuvação da Polícia Judiciária - foram realizadas várias diligências, tendo o Ministério Público promovido a emissão de mandados de busca a vários locais, na cidade da Praia.
  3. Nesse âmbito, foram realizadas buscas a dois escritórios de um Advogado identificado, autorizadas e presididas pelo Juiz, em observância de todos os pressupostos legais.
  4. O Ministério Público ordenou a detenção fora de flagrante delito do mencionado Advogado, que foi apresentado ao Juiz de turno junto do Tribunal Judicial da Comarca da Praia para primeiro interrogatório e aplicação de medida de coação.
  5. Para além do detido, as diligências de instrução até agora realizadas permitiram a identificação de mais seis suspeitos, todos pessoas singulares.
  6. O processo encontra-se em instrução e, por isso, em segredo de justiça.

Praia, 5 de setembro de 2019.

Assessoria de Comunicação

 

Versão do Comunicado em PDF

  • banner biblioteca a
  • banner denuncia
  • contacte nos email
  • Alerta Cidadao

Ministério Público

Direitos de autor © 2019 Ministério Público de Cabo Verde. Todos os direitos reservados.
Software de código aberto Joomla! Sob licença GNU GPL.